quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Deixa eu brincar

Fantasia, que é pra vida ter mais cor, vai!

Toma uma cerveja, diz pra todo mundo ficar mais, porque ali tá bom, e isso é raro, não devia terminar.
Ensina a menina a tragar, como se fosse charme.
Ri da desgraça alheia, e da sua, que é pra não chorar.
Zomba dos novos casais, que não dizem nada do que de fato são, pois se dissessem não haveria graça.

E vai embora só, porque "todo carnaval tem seu fim".

2 comentários: