quarta-feira, 19 de maio de 2010

Santa tristeza!

Dona Maricotinha era boa demais da conta ou sofria de algum mal sério mesmo. "Nunca tive uma tristeza nessa vida, e, se tive, não lembro!". Pelo que me confidenciaram ela espalhava por aí que seria canonizada pela Igreja Católica Apostólica Romana e fazia até competição de reza com as irmãs da paróquia.

Eu sempre desconfio de tanto júbilo e tanta santidade. Longe de mim duvidar de Deus e da alegria, mas é que a tristeza é do homem, a tristeza tem que poder ser vivida.

2 comentários: